Conteúdos

A sustentabilidade como uma das prioridades para 2021

Por

4 de março de 2021

Recentemente, em discurso proferido perante a Assembleia-Geral da ONU, o Secretário-geral da Organização, António Guterres, anunciou dez prioridades que devem ser adotadas para que tenhamos em 2021 um annus possibilitatis. Dentre elas, cita-se a necessidade de um empenho efetivo para que os países se recuperem da pandemia causada pelo COVID-19 de maneira sustentável, “adotando energia renovável e insfraestrutura verde e resiliente”.

A fala do Secretário-geral é uma ratificação do que se verifica no decorrer de todo o século XX, principalmente após a formulação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adotado em 2015 pela ONU, na qual se estabelece um plano de ação para que todos os países adotem medidas práticas para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta.

Inseridos na realidade da Agenda 2030 e entendendo ser corresponsável na concretização dos objetivos descritos no documento, o escritório Medina Guimarães obteve em agosto/2020 o selo da CONSEQ de neutralização total dos gases de efeito estufa para o funcionamento do escritório nos anos de 2018 e 2019.

Buscando dar continuidade na adoção de práticas sustentáveis, o escritório também desenvolveu entre os períodos de julho/2019 a dezembro/2020 um projeto em parceria com a Ecoalize – Consultoria Ambiental Júnior, da Universidade Estadual de Maringá, com o fim de: a) colaborar com a diminuição do desmatamento; b) realizar o uso racional da energia e da água; c) desenvolver uma economia verde no escritório e; d) insentivar a educação ambiental entre todos os colabodores.

Ao longo de um ano e meio foram realizadas diversas atividades com os colaboradores, reuniões e vistorias, implementando-se ao final: a utilização de papéis inservíveis como rascunho; a utilização de copos de vidro; a compra de implementos e alimentos utilizados no Escritório por fornecedores locais; a colocação de lembretes para que os aparelhos e as lâmpadas sejam desligadas ao sair do ambiente; a utilização de energia solar por paineis fotovoltáicos; a correta separação do lixo; a realização de pagamentos de fornecedores somente pelo meio digital e; a aquisição de produtos de limpeza ecológicos, realizando-se ainda a construção de uma estrutura para captação da água da chuva e aquisição de horta vertical.

Além de diminuir os impactos no meio ambiente como um todo, com a adoção de tais práticas o estritório Medina Guimarães foi certificado com o Visto Sustentável da Ecoalize, obtendo o título de escritório sustentável até 2022.

O título, como se vê, vai ao encontro das prioridades estabelecidas pela ONU para 2021, o que somente reafirma o nosso propósito de sermos agentes ativos na construção de uma sociedade que se desenvolva respeitando a casa comum.

Veja aqui o relatório completo do Projeto desenvolvido por nossa equipe:

Confira o discurso do Secretário-geral na íntegra aqui.

Confira o estudo produzido pela Ecoalize aqui.

Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter
e fique por dentro das novidades